SEGURANÇA PARA O PROFISSIONAL, CONFORTO PARA O PACIENTE

Dentre os principais riscos para os profissionais da saúde estão a contaminação por contato com materiais biológicos e ferimentos com perfurocortantes ao realizar a coleta de amostras. As lesões devido a dispositivos de punção contaminados ainda são a causa mais frequente de acidentes.

Como acidentes perfurocortantes que expõem os profissionais da saúde, consideram-se as exposições ocupacionais nas quais ocorre o contato com agulha ou outro material contaminado com sangue ou outros líquidos orgânicos potencialmente infectantes.

O National Institute for Occupational Safety and Health (NIOSH) tem estimado que de 600 a 800 mil acidentes com agulhas e outros perfurocortantes ocorrem anualmente nos Estados Unidos. Outro dado levantado é sobre os custos: o cálculo do gerenciamento de uma avaliação pós-exposição ao HCV foi estimado em 650 dólares por evento. Nos Estados Unidos, até dezembro de 2001, foram documentados 57 casos de transmissão de HIV para os profissionais da área da saúde, e quase a totalidade dos casos estava associada à exposição percutânea.1

Cumprir as normas regulamentadoras de segurança é a prevenção mais adequada para proteção tanto dos profissionais, quanto dos pacientes. As consequências de uma infecção podem ter efeitos de longo alcance, tanto na carreira da pessoa afetada, quanto na vida pessoal e familiar, com consequências sociais e financeiras.

A principal forma de transmissão de agentes infecciosos na coleta se dá por contato, que pode ser direto (respingos de materiais biológicos que atingem pele e mucosa, acidentes perfurocortantes etc.) ou indireto (contato da pele com superfícies contaminadas, contato da mão contaminada com mucosas ou pele que não esteja intacta). Outra forma de transmissão possível é a inalação de aerossóis. A formação de aerossóis também pode ocorrer durante a preparação das amostras.

A Norma Regulamentadora Brasileira nº 32 ou NR-32 (Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde), de 11 de novembro de 2005, estabelece as diretrizes para proteção e segurança dos profissionais da saúde, bem como daqueles que exercem atividades de promoção e assistência à saúde em geral.

Em relação à segurança do flebotomista, a norma descreve que são vedados o reencape e a desconexão manual de agulhas (item 32.2.4.15) e deve ser assegurado o uso de materiais perfurocortantes com dispositivo de segurança (item 32.2.4.16).

 

PREVENÇÃO

A escolha dos produtos corretos e o conhecimento técnico necessário, além de garantir segurança aos profissionais da saúde, proporcionam um atendimento com mais qualidade e confiabilidade aos pacientes.

 

  • Produtos com sistema de segurança que previnem o contato com perfurocortantes e o efeito aerossol
  • Recipientes de descarte adequados
  • Capacitação profissional para aperfeiçoamento na execução dos procedimentos

São alguns alguns cuidados simples, mas que podem garantir maior segurança na rotina dos profissionais.

 

INOVAÇÃO E SEGURANÇA

A Greiner Bio-One está presente há mais de 10 anos no Brasil, é referência no segmento pré-analítico e oferece uma linha completa de produtos especialmente desenvolvidos com materiais de qualidade e dispositivos de segurança que evitam riscos de acidentes, além de fácil manuseio.

Conheça algumas dessas soluções e porque elas podem fazer a diferença para a sua segurança:

 

Adaptadores de Segurança QUICKSHIELD VACUETTE®

Os Adaptadores de Segurança QUICKSHIELD VACUETTE® são de uso único e contêm um escudo de proteção com rotação de 360° que, ao ser acionado, impossibilita qualquer contato com a agulha após o uso. Basta pressionar o escudo contra uma superfície rígida até ouvir o clique, indicando que o sistema foi ativado e permanentemente travado.

 

Escalpes com Trava de Segurança VACUETTE®

Os Escalpes com Trava de Segurança VACUETTE®, possuem um mecanismo de segurança que é ativado logo após a utilização, enquanto ainda está na veia do paciente. Assim, ao finalizar o procedimento, a agulha já sai retraída do acesso venoso e evita o contato do profissional com o perfurocortante. Além disso, os Escalpes com Trava de Segurança VACUETTE® possuem antecâmara que permite a visualização do fluxo sanguíneo na coleta de sangue ou infusão de medicamentos, indicando que a punção venosa foi realizada com sucesso.

 

Tubos para coleta de sangue a vácuo VACUETTE®

Os já renomados tubos para coleta de sangue à vácuo VACUETTE®, também contam com a linha Premium, que possui tampa de rosca, ou seja, mais garantia de segurança durante o procedimento de coleta, centrifugação, transporte e sem efeito aerossol.

 

Recipientes para Descarte de Materiais Perfurocortantes VACUETTE®

Os Recipientes para Descarte de materiais perfurocortantes VACUETTE® são ideais para o descarte de agulhas, lâminas, escalpes, adaptadores, lancetas, dentre outros materiais perfurocortantes de maneira segura após o uso. São disponibilizados em vários tamanhos, garantindo o recipiente apropriado para cada situação.

Todos os recipientes são de plástico, resistentes à punctura, ruptura e vazamentos, com sistema de fechamento permanente e alças para facilitar o transporte, e estão de acordo com a norma ABNT NBR 13853.  

 

 

Referências

1 Recomendações da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML): Coleta e Preparo da Amostra Biológica. São Paulo: Editora Manole Ltda. 2014. p. 388